Área do Usuário

Login

Apostila de Compiladores

Gratuita          441KB         

2801 downloads

Os programas podem ser traduzidos para linguagem de máquina, a qual pode ser executada diretamente no computador. Isso é chamado de implementação compilada. Esse método tem a vantagem de uma execução de programa muito rápida, assim que o processo de tradução for concluído

SUMÁRIO
1  CONCEITOS  BÁSICOS (revisão)
2  LINGUAGENS E SUAS REPRESENTAÇÕES
2.1  Conceito
2.2  Tipos
2.3  Especificação de uma linguagem
3  INTRODUÇÃO  À  COMPILAÇÃO
3.1  Tipos de Compilação
3.2  Interpretação pura
3.3  Sistemas de Interpretação Híbridos
3.4  Construção de Compiladores
3.5  Processadores de linguagens
3.6  Estrutura geral de um compilador
3.6.1  Analisador léxico (ou scanner)
3.6.2  Analisador sintático (ou parser)
3.6.3  Analisador semântico
3.6.4  Otimização de código
3.6.5  Geração de código
3.7  Formas de construção de um compilador
3.8  Ferramentas para a construção de compiladores
4  ANALISADOR LÉXICO
4.1  Função
4.2  Reconhecimento de tokens: autômato finito
4.3  Implementação
5  ANALISADOR SINTÁTICO
5.1  Função
5.2  Especificação das regras sintáticas: gramática livre de contexto
5.2.1  Notações
5.2.2  Árvore de derivação ou árvore sintática
5.2.3  Análise sintática descendente e ascendente
5.3  Autômato de pilha
5.4  Tipos de analisadores sintáticos
5.4.1  Analisador sintático ascendente (bottom-up)
5.4.2  Analisador sintático descendente (top-down)
5.5  A Implementação da Análise Shift-Reduce através de pilhas
5.5.1  O Analisador de gramáticas de precedência de operadores
5.6  Simplificações de Gramáticas Livres de Contexto
5.6.1  Símbolos Inúteis ou Improdutivos
5.6.2  ε - Produções
5.6.3  Produções Unitárias
5.6.4  Fatoração
5.6.5  Eliminação de Recursão à Esquerda
5.7  Tipos Especiais de GLC
5.8  Principais Notações de GLC
5.9  Conjuntos First e Follow
5.9.1  Conjunto First
5.9.2  Conjunto Follow
Lista de Exercícios de Simplificação de GLC’s
BIBLIOGRAFIA

Arquivos relacionados
Lista